Buscar
  • Conectando Sorrisos

Como a Ong Conectando Sorrisos transformou a minha vida!


​Quero contar uma história, uma história sobre como as pessoas são salvas através do voluntariado.


​O trabalho voluntário sempre foi uma grande vontade em mim. Sempre me incomodou ver o sofrimento de outras pessoas. Fome, solidão, tristeza, são absurdos que se tornaram comuns nos dias de hoje. Vemos pessoas em situação de rua e consideramos isso normal. Vivemos em uma rotina que nos consome, de trabalho, estudos, família. Em meio a essa rotina maluca, em um projeto de investimentos que participei, decidimos converter parte da verba arrecadada em doações, e assim conheci a Ong Conectando Sorrisos, onde entregamos as doações.

​Nessa época eu vivia uma situação complicada, com problemas financeiros, de saúde, familiares, profissionais... enfim, sabe quando parece que tá tudo dando errado? Fizemos uma ação junto com a Ong, em um asilo, e tudo aquilo me comoveu bastante, ver como um simples sorriso, uma conversa rápida, mudava completamente o semblante daquelas pessoas, e tudo era uma alegria contagiante que surgia de repente. Saí de lá com uma sensação boa, de preenchimento, e era como se os problemas não importassem tanto mais.

​Descobri que aquilo gerava em mim e nas outras pessoas um sentimento de gratidão. Existe uma frase que diz que um homem nunca toca o mesmo rio duas vezes, porque na segunda vez nem o homem e nem o rio são os mesmos, e assim como na frase, o contato com o voluntariado me transformou. Me tornei uma pessoa mais positiva, mais leve, mais consciente, e confesso que não sei explicar bem como isso tudo aconteceu, mas quando estamos bem é como se o universo conspirasse a nosso favor e tudo começa a dar certo e fazer sentido. De lá pra cá minha vida mudou em absolutamente todos os aspectos, mudei de profissão, de cidade, mudei as pessoas ao meu redor, mudei hábitos e comportamentos, virei outra pessoa. E tenho total certeza de que o voluntariado foi um gatilho pra todo esse processo.

​Eu disse que era uma história sobre como as pessoas são salvas através do voluntariado, e quando disse isso não me referi as pessoas que ajudamos e sim a mim mesmo, e provavelmente a todos os voluntários. Quando ajudamos pessoas, são elas que nos salvam, nos ensinam coisas que não somos capazes de ver de onde estamos. Deixo aqui o meu convite, com a minha experiência, pra que você possa experimentar por si mesmos. Tenho certeza de que assim como na frase do homem do rio, você também não será o mesmo depois disso.

Allan Silva Cordeiro

Voluntário da ONG Conectando Sorrisos

110 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo